Radio na Escola

COORDENAÇÃO DE MATEMÁTICA

 
TÍTULO:  Rádio na Escola

  

         CLEBER FERREIRA OLIVEIRA

  

 

Uberlândia

2011

 

II - INTRODUÇÃO

 

A comunicação é um etapa importante no processo de ensino e aprendizagem, que visa interação do educando e o educador. Na atualidade existem diversos meios de comunicação, dentre eles podemos citar, a internet, a televisão, o jornal escrito e outro que praticamente esta esquecido pela comunidade estudantil, o rádio.

Nas décadas de 30,40 e 50 o rádio era o principal meio de comunicação entre as pessoas. Na época de ouro do rádio, as rádio-novelas tinham uma grande audiência dos brasileiros. Há tempos já se discute a importância do rádio no processo educativo. Em projetos espalhados pelo Brasil, o rádio vem se convertendo num ativo recurso tecnológico, capaz de resgatar e valorizar a voz dos membros da comunidade e suas formas de articular o pensamento e expressar emoções, independentemente das condições sociais, econômicas e culturais dos sujeitos (professores,

 jovens aprendizes, agentes culturais etc.) envolvidos nos processos de formação.

            A violência nas escolas tem sido um grande desafio aos educadores, que na maioria das vezes tem que atuar nas conseqüências e não causas. A inserção da rádio na escola possibilita a comunicação de docentes e discentes de forma agradável e ainda cria vínculos entre os próprios alunos, pois são os mesmos que cuidam da programação da rádio sob a supervisão dos professores da escola.

 

III – JUSTIFICATIVA

 

 

Um dos problemas da escola é a falta de comunicação entre os alunos, professores, direção e funcionários. É importante que haja no estabelecimento um veículo de comunicação entre esses elos que formam a escola propriamente dita. Outro fato que torna a rádio escola  viável, é que entre os próprios alunos não existe uma maneira inteligente de se comunicarem, uma vez que eles se comunicam em pequenos grupos, por exemplo, os alunos da sala, usando uma linguagem peculiar ao grupo envolvido no ato de comunicação.

O rádio na escola  prioriza a valorização dos membros da comunidade escolar, permitindo que os mesmos sejam sujeitos culturais, isto é, possam produzir cultura através de sua voz. A programação será produzida pelos próprios alunos sob a supervisão dos professores, que são os responsáveis pela análise e viabilidade da programação.

 

 

 

 

IV – OBJETIVOS

           

            Dentre os objetivos principais com implantação da rádio, a comunicação é o que se apresenta como o norteador das atividades a serem desenvolvidas. A escolha dos temas a serem discutidos na rádio será feita por uma  comissão formada por alunos, professores, funcionários e pais que demostrarem interesse em participar desta.

            A implantação deste veículo, irá possibilitar uma melhora na forma de se comunicar oralmente e verbalmente. Outro aspecto a ser abordado pela rádio, é violência dos alunos com alunos e com professores. Mas vale destacar, que este projeto não tem finalidade a divulgação e afirmação de conceitos de moral e respeito e sim possibilitar aos usuários uma forma prazerosa de tratar desses assuntos.

              

 

V – METODOLOGIA

 

            Será realizado um levantamento técnico dos equipamentos existentes na escola e a determinação de um local onde será montado o estúdio para a transmissão da programação. Depois desta etapa inicial, será aplicado um questionário para toda  a comunidade escolar para a determinação de uma programação de atenda de forma razoável a essa comunidade.

            A programação poderá ser exibida durante o recreio, na entrada e a saída dos alunos da escola. A divisão desta irá obedecer alguns critérios, dentre eles:

            Ø um quadro de entrevista com professores, alunos e outros

            Ø uma dica/história de alguma disciplina

            Ø uma ou duas músicas escolhidas pelos alunos através de enquete, lançada na própria programação

            Ø um quadro de humor

            Ø vinhetas feitas pelos alunos

Ø rádio novela produzida pelos alunos

            Em seguida será escolhida uma comissão  que irá ser responsável pelas coletas de entrevistas, músicas e demais partes da programação. Esta comissão deverá ser formada por representantes dos alunos( 5 a 6 membros), professores( 2 ou 3), funcionários(2) e direção pedagógica (1). A determinação dos membros será feita inicialmente por vontade de participar, caso o número de alunos interessados seja muito alto, será realizado uma votação para escolha dos mesmos
 
Ċ
Cleber Oliveira,
18 de nov de 2011 16:25
Comments